Dossiê MTV4

Olá  pessoal, escrevi este post a convite da Arena Universitária, onde sou um dos colaboradores, aliás preciso escrever outro… O blog da Arena se propõe a falar sobre o público jovem,  seu mundo e seus interesses, contribui com o texto a seguir, espero que curtam.

Abrs, Luis.

Dossiê MTV4

O jovem continua vendo sua geração como vaidosa, consumista, acomodada, individualista, impaciente e estressada. Mas bem informada, tecnológica e ousada.

É preciso entender os fatores que colaboram para dar a cara desta geração.

A família, independentemente da classe social e formato (pais casados ou separados), por um lado superprotege os filhos, por outro não consegue cumprir plenamente seu papel, uma vez que tem menos tempo dedicado aos filhos. Como a família não consegue cumprir seu papel, transfere para a escola a função de ensinar e educar.

A escola, em especial a escola pública, não é mais o centro onde tudo acontece para os jovens, pois ela não acompanhou a evolução do mundo no que se refere a tecnologia, criatividade e atratividade. Hoje, a escola compete com o computador, a internet, a TV e a mídia em geral.

A violência os deixou mais assustados e medrosos em relação ao mundo. Estão demorando mais para assumir a maioridade, para sair de casa, para entrar no mercado de trabalho.

O individualismo é a conseqüência da superproteção e de um padrão de vida e consumo que favorece o individual, o tailormade, o feito para cada consumidor. A idéia do coletivo ficou de lado, o que prevalece é a vontade de cada um, a opinião de cada um. Pensar em quem está do lado é uma tarefa bastante incomum para esta geração.

A informação está muito presente, mas de forma superficial, sem profundidade. Com a internet e a mídia, os jovens sabem falar sobre tudo, mas a maioria não consegue filtrar nem se aprofundar em nada.

Muitos “amigos” na agenda de e-mails e no celular. Poucos “amigos verdadeiros” em quem podem confiar.”

Este trecho foi extraído da pesquisa Dossiê universo jovem MTV4, realizada em 2008, teve média de idade de 21 anos, abordou vários aspectos, o que me chamou a atenção e gostaria de compatilhar com vocês foi o aspecto humano e comportamental do perfil jovem. A primeira frase é bastante impactante, usa adjetivos que refletem muito as circunstâncias que presenciamos hoje, pelo menos eu tenho percebido, gostaria de convida-los refletir sobre isto, serão estes os valores que esta geração preza?

Individualismo, consumismo, impaciência, stress. Pô cadê o idealismo, a preocupação em fazer um mundo melhor? Será que nunca passei de um romântico sonhador, será que estou mesmo velho, será que o mundo mudou tanto assim, agora cada vez mais é a lei do cada um por si? Não gostaria de viver num mundo assim, graças a Deus existem pessoas e organizações que se preocupam com o coletivo, com o próximo, ajudando de alguma forma para que este mundo não seja tão egoísta, frio e solitário.

Ande pelas grandes cidades, observem as pessoas, cada uma andando apressadamente, com cara de poucos amigos, assustados ou prontos para lutar, para xingar ou atropelar o próximo, isso é stress! Com muitos amigos virtuais e poucos reais, que mundo é este? Os jovens também serão assim ou pior?

Pequenas mudanças de comportamento no dia a dia podem fazer diferença, principalmente nas grandes cidades onde a aglomeração de pessoas é enorme, o trânsito caótico, observe o comportamento das pessoas dirigindo parecem cavaleiros urbanos, dentro de seus cavalos de aço, disputando cada pedacinho das ruas, o outro, se transforma num adversário a ser vencido, a gentileza e o sorriso desaparecem, aqui não há idade para diferenciar, e sim pessoas estressadas, individualistas, impacientes, brigas, discussões e mortes são decorrentes destas atitudes, isto é, violência, parte da a mesma violência que assusta os jovens,  gerada pelos mesmos adjetivos que os caracterizam, se estes valores forem extrapolados, que sociedade teremos? Que ambiente de trabalho teremos? Realmente fiquei preocupado, os jovens são a esperança de mudança, de novos valores e de construção de um mundo melhor, será que isso ainda vale?

Você jovem universitário concorda com esta pesquisa? Concorda com o que eu disse ou estou viajando? Mostre-nos sua opinião, participe, o que realmente é importante para você?

Veja mais em http://www.blogdaarena.com.br/2010/06/02/comportamento-jovem/

Sobre LUCZ consultoria em esporte

Consultoria em Esporte, Fitness e Qualidade de Vida. Projetos e Marketing Esportivo, Gestão em esporte e Fitness, Treinamento, palestras e Eventos esportivos.
Esse post foi publicado em Matérias para o Blog da Arena e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s