Dilema do coaching

Escrito por Rodolfo Araújo em 26 de setembro de 2010 para Você SA.

Numa conversa recente com uma amiga que trabalha com coaching de executivos, chegamos a um dos maiores dilemas desta atividade: deve-se eliminar os pontos fracos ou melhorar ainda mais os pontos fortes de um profissional?

A maioria concorda, incluindo minha amiga, que ninguém jamais será um destaque numa área onde tenha debilidades primárias. A pessoa deve, neste caso, cuidar apenas das lacunas mais sérias para não passar vergonha e concentrar-se, então, naquilo em que já é bom. Estudar e praticar um bocado – diria umas dez mil horas – para tornar-se excepcional nesta atividade e, assim, sobressair-se na multidão.

* * * * * * * * * *

Mas como isso funciona numa empresa? Como você resolve o dilema entre melhorar ainda mais uma competência central da sua equipe, ou resolver um obstáculo organizacional, quando seus limitados recursos (tempo, verbas etc.) só permitem-lhe fazer um dos dois?

Leia mais em: http://vocesa.abril.com.br/blog/rodolfo/2010/09/26/eliminar-o-ruim-ou-potencializar-o-bom/

Sobre LUCZ consultoria em esporte

Consultoria em Esporte, Fitness e Qualidade de Vida. Projetos e Marketing Esportivo, Gestão em esporte e Fitness, Treinamento, palestras e Eventos esportivos.
Esse post foi publicado em Gestão e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s