Gestão Esportiva – A importância de executivos formados para a indústria do esporte

Não é apenas no Brasil que nota-se a preocupação com a formação de gestores esportivos qualificados para gerir o esporte, segundo matéria publicada no site do Financial Times, a Europa também demonstra a necessidade de clubes e entidades esportivas apresentarem em seus altos escalões gestores esportivos treinados em negócios, ou seja, formados para lidar com o mercado.

O esporte gerou um valor agregado de 3,7% do PIB da União Européia. Esses números refletem o impacto do esporte em toda uma série de indústrias, como têxtil, comunicações e logística para o turismo e o lazer. Em tamanho se compara com setores como o aeroespacial e o de turismo, mas esta analogia não tem qualquer validade no que se refere à qualificação profissional de seus executivos ou no engajamento das escolas de negócios na formação de novos gestores.

A falta de gestores qualificados está muito relacionada com a mentalidade dentro do esporte, onde, se você não possui altos feitos esportivos, como poderia gerir quem os tem? A rota alternativa de entrada para as salas de reuniões da maioria dos esportes é como um proprietário ou investidor.

Assim, negócios que parecem bem sucedidos podem contrair dívidas enormes, sendo dependende de investidores e incapazes de criar modelos de negócios viáveis.

A escassez de profissionais qualificados pode ainda gerar outros problemas, como a falta de pessoal para enfrentar os desafios, que vão desde a gestão dos legados de mega-eventos esportivos como pós-Jogos Olímpicos até como um clube de futebol como o Manchester United pode transformar a sua base de fãs internacionais em fluxos de receita.

O artigo incita uma maior participação das escolas de negócios nesta indústria, qualificando profissionais para o desenvolvimento do setor. No Brasil já notamos alguns cursos direcionados para a gestão e markeing esportivo, embora a colocação destes profissionais no mercado esbarrem nos mesmos problemas encontrados na Europa, como a questão dos “feitos esportivos”, isto é de suas conquistas como atleta, este é um assunto para um outro post.

Para saber mais leia em Financial Times.

 

Sobre LUCZ consultoria em esporte

Consultoria em Esporte, Fitness e Qualidade de Vida. Projetos e Marketing Esportivo, Gestão em esporte e Fitness, Treinamento, palestras e Eventos esportivos.
Esse post foi publicado em Esporte, Gestão e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Gestão Esportiva – A importância de executivos formados para a indústria do esporte

  1. Pingback: Gestão Esportiva – Futebol, Carreira Profissional e Recursos Humanos | Consultoria em Esporte e Qualidade de Vida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s