A Copa 2014, os Jogos Olímpicos de 2016 e a sustentabilidade.

Todos os dias ouvimos falar sobre pelo menos um aspecto relacionado aos eventos que o país sediará nos próximos anos, a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016. Muitos comentários sobre a necessidade de infra-estrutura, sobre o legado para o país, atrasos nas obras, enfim, uma variedade enorme de assuntos que rodeiam tamanho acontecimento estão vinculados na mídia.

Nos últimos dias estava pensando sobre a sustentabilidade destes eventos, ou melhor como pensarmos em realizar tamanhos eventos e fazê-los sustentáveis e me deparei com os textos do blog Sustentabilidade Corporativa, que traz alguns textos interessantes sobre como a sustentabilidade deveria ser pensada para os eventos que o país realizará.

Para a realização de eventos de tão grande porte, cada detalhe deverá ser analisado para que entendamos e alcemos um evento sustentável.

Existe uma preocupação pontual das entidades organizadoras com o local onde ocorrerão os eventos. Basicamente, se funcionar onde é necessário pouco se preocupa com o restante. O país investe pesado e o legado deveria ser maior, ainda mais se tratando de um país em desenvolvimento.

Falta um olhar para o social, para o macro do país, para o meio ambiente, afinal não é só o gasto de energia do estádio ou arena que  causará impacto no país e sim o conjunto de meios utilizados pelos visitantes e pela população.

Pensando na realização de uma Copa verde a FIFA possui o projeto Green Goal, iniciado na Alemanha em 2006, que tem como objetivo diminuir os efeitos adversos do evento no meio ambiente. Porém, como descrito acima o projeto ainda é muito focado em diminuir pontualmente os efeitos do evento.

Cabe a toda a sociedade ajudar a buscar soluções e cobrar das autoridades públicas a sustentabilidade do evento. Participar, opinar, denunciar, ajudará a fazer com que os recursos públicos investidos se tornem realmente legados que ajudarão o desenvolvimento do país.

Participe desta discussão, deixe seu comentário.

Para saber mais leia:

 Sustentabilidade corporativa

A sustentabilidade como um modelo de gestão esportiva

A sustentabilidade e a Copa de 2014

Green Goal FIFA 2004 (pdf)

Sobre LUCZ consultoria em esporte

Consultoria em Esporte, Fitness e Qualidade de Vida. Projetos e Marketing Esportivo, Gestão em esporte e Fitness, Treinamento, palestras e Eventos esportivos.
Esse post foi publicado em 2014, Futebol, Olimpíadas Rio2016 e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para A Copa 2014, os Jogos Olímpicos de 2016 e a sustentabilidade.

  1. Esther disse:

    Muito bem escrito…Precisamos ter mais responsabilidade no que se refere aos recursos naturais, tudo isso deveria ser mais amplamente divulgado na mídia, a maioria do povo brasileiro nem faz idéia do que que está acontecendo ao nosso planeta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s