Ranking das receitas dos clubes de futebol no Brasil em 2010

Matéria publicada no portal do Estadão na última sexta-feira, 6 de maio de 2011, mostra análise dos balanços de 25 clubes em 2010, apenas 4 clubes obtiveram superávit em receitas.

“… apenas 4 dos 25 clubes apresentaram superávit no ano passado – Atlético-PR, Corinthians, Cruzeiro e São Paulo.”

Abaixo o ranking de receitas dos clubes de futebol brasileiro em 2010.

Ranking Receitas do clubes 2011

A matéria também mostra o ranking do endividamento dos clubes:

Ranking dos clubes de futebol por endividamento 2010

E o ranking do superávit dos clubes de futebol em 2010.

Ranking do superávit dos clubes de futebol brasileiro em 2010

“SÃO PAULO – A receita dos clubes brasileiros está melhorando, mas o endividamento cresce de maneira preocupante. É o que se conclui da análise dos balanços de 25 clubes – 17 deles da Primeira Divisão. As receitas, em 2010, atingiram R$ 1,88 bilhão, aumento de 14% em relação ao R$ 1,65 bilhão do ano anterior. Mas o endividamento cresceu 16% – R$ 3,61 bilhões contra R$ 3,11 bilhões.”

Leia mais em Estadão.

Comparando as receitas totais destes dados do Estadão com outro post que publicamos sobre o Ranking dos dez clubes que mais arrecadaram com patrocínios em 2010 realizado pela Trevisan Gestão do Esporte.

Considerando os 5 clubes que mais arrecadaram em receitas totais em 2010, comparamos suas dívidas e o quanto arrecadaram com patrocínios segundos estas fontes (Estadão e Trevisan), obtivemos os seguintes dados:

gráfico_receitas x dívidas dos clubes brasileiros 20101

Observamos que 3 dos primeiros colocados em receitas tem um faturamento maior que suas dívidas, são eles, Corinthians, Internacional e São Paulo, enquanto Palmeiras e Flamengo apresentam receitas inferiores as suas dívidas, sendo que o endividamento do Flamengo é quase 3 vezes maior que suas receitas.

Porém este faturamento superior não significa que os clubes pagarão o seu endividamento, pois o superávit de apenas 4 clubes foi positivo, isto é, as despesas correntes dos clubes em 2010 também aumentaram e o endividamento total subiu em 16% como disse o estudo. Concluímos que a maioria dos times tem que otimizar sua gestão, aumentar suas receitas e administrar seus custos para tornarem-se superavitários, não vamos nem entrar no mérito de saldar suas dívidas (afinal clube não vai a falência…).

Considerando os dados da Trevisan, a contribuição da receita de Marketing com patrocínios em 2010, para os 5 primeiros colocados do ranking em receitas (Estadão), corresponde  as seguintes porcentagens em relação ao total de receitas em 2010:

Corinthians (SP)    28%
Internacional (RS)    *
São Paulo (SP)    24%
Palmeiras (SP)    18%
Flamengo (RJ)    44%

* Nota: o Internacional não constou nos dados divulgados pela Trevisan.

Não conhecemos a fidedignidade destes dados, apenas analisamos as informações publicadas.

Abrs.

Luis Carlos de Santana.

Sobre LUCZ consultoria em esporte

Consultoria em Esporte, Fitness e Qualidade de Vida. Projetos e Marketing Esportivo, Gestão em esporte e Fitness, Treinamento, palestras e Eventos esportivos.
Esse post foi publicado em Esporte, Futebol, Gestão e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s